Aug

30

Técnicas de controlo de raiva

by Cláudia Gonçalves

Hoje procurava na internet técnicas de gestão de raiva. Raiva é um sentimento que já não sentia há pelo menos 3 meses na minha vida e é coisa que raramente sinto. Duas vezes num ano, sentir pura raiva não é nada bom sinal. Não é bom sinal mesmo…

Daí ter decidido fazer uma pequena pesquisa, naquela do “vamos lá ver pode ser que tenha uma ideia EUREKA!”. Resultado: nicles…

Senti raiva e desespero há coisa de dois dias o que me deixou fisicamente afectada. A idade já não perdoa, e fisicamente fui-me logo abaixo em poucas horas…Quando os meus nivéis de peso já não são nada famosos, passar por um momento destes não ajudou rigorosamente nada…

Independentemente dos motivos que me levaram a ficar naquele estado durante algumas horas que não interessa ao caso, pus-me a pensar como é possível gerir estes sentimentos? Como é que as pessoas equilabradas e sãs fazem para lidar com os enormes contratempos e problemas e angústias e até desgostos? Sim – porque eu assumo que estas coisas não acontecem só a mim…

Cheguei também à conclusão que a técnica que desenvolvo há anos para gerir estas situações não só não me levou a lado nenhum, como ainda piorou… Ora bem, a técnica usada até agora era: colocar a minha vida em suspenso até resolver o problema…Focar no problema, desenvolver um plano de ataque, delinear um projecto organizado e resolver o problema… O que até parece razoável para os comuns dos mortais… Não fosse o facto que fazendo isto para todos os problemas o resultado foi colocar a minha vida em suspenso e focalizá-la apenas e só nos problemas…

Pois bem, agora que enfrento (e Deus queira que esteja enganada) provavelmente um dos maiores problemas da minha vida…Cheguei ao problema que já não há mais vida para hipotecar porque já foi tudo hipotecado, tudo em suspenso… Então pronto…Isto é sinal que o meu plano não funciona e que tenho que resolver fazer esta gestão de forma diferente…

E aqui estou eu a tentar explicar que independentemente do que se tenha que enfrentar, não nos podemos fechar a tudo, hipotecar sentimentos e fugir das coisas boas da vida só porque apenas temos que enfrentar fases complicadissímas… Não vale a pena, mesmo que as outras pessoas pensem que estás a ser egoístas… Não vale mesmo a pena…

Portanto, independentemente do que vou ter que enfrentar nas próximas semanas (e não me estou a referir a trabalho) vou aproveitar as pequeninas coisas boas que tenho oportunidade de viver nas próximas semanas: o fim de semana com os melhores amigos, a viagem a Miami, o mergulho…um bom copo de vinho tinto…

O homem tem uma capacidade inexplicável de lidar com situações extremas mas sou da opinião que não vale a pena esticarmos a corda…E a partir de agora há que fazer tudo por tudo para não avariar o pouquinho de bom senso e sanidade que me restam!!!

Entretanto, agradeço dicas para técnicas de controlo de raiva – algumas sugestões:

  • dançar até não aguentar;
  • rir;
  • sexo;
  • Yoga;

Já fiz umas quantas este fim de semana…Adivinhem quais??? Mentes malandras…. Digamos que amanhã vai ser complicado por estes presuntos dentro dos sapatos para ir trabalhar…LOL… :)

Leave a Reply